quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Presente de Natal



O presente de Natal que eu quero te dar
não pode ser comprado:
Não tem nas lojas, nos mercados,
nas feirinhas, nos balcões...
Não é feito de plástico, não é eletrônico,
nem precisa de manual.

O presente de natal que eu quero te dar
está dentro do teu próprio coração.

Basta que você o desperte para a vida:
É o amor pela liberdade absoluta.

É a admiração extrema pela Arte de Viver.

A defesa inabalável da idéia de justiça,
de verdade e de prazer.

A coragem deliciosa de sonhar transformações.

A busca cotidiana por tudo que é sublime,
e o doce desejo de sugar o açúcar de todas as coisas.


(Edson Marques "Solidão a Mil" - página 160.)

1 Por aqui, um pouco mais de "etc.":

' Montreal. disse...

Presente surreal!

pise no firme,
e xacoalhe' esse presente..
ele sairá da toca!

=**