quinta-feira, 30 de abril de 2009

Um pouco de poema, não faz mal a ninguém...

Nem tudo que eu gostaria de dizer pode ser dito agora
nem sempre o que me inspira me eleva aos píncaros da glória
nem todas as flores que me encantam nascem no jardim da minha casa
nem todos os meus devaneios me dão voo e asa
nem todos os meus amores eu posso declarar impunemente
nem sempre a loucura é inebriante
nem todo bom poeta é intrigante
Nem sempre se pode ser quem se quer ser.

Nem todo riso tem que ser sardônico
nem sempre o que é dissimulado é irônico
nem tudo no escuro guarda confidências
nem todo lúcido escapa da indômita sandice
nem todo castelo é feito de areia
nem sempre a musa é uma sereia
Nem tudo que se sente se pode escrever.

E nem sempre as palavras são compreensíveis
e nem todos os sonhos são inatingíveis.

Mas TUDO pode ser tateado, sentido e vivido.
Tudo pode ser sabor!


[Espero que gostem...não é sempre que me arrisco em um poema. =D]

5 Por aqui, um pouco mais de "etc.":

R. disse...

Gostei sim e não é sempre que eu gosto de um poema :P

Hoje eu quero e preciso da indômita sandice. Espero ser lúcido o bastante pra não escapar dela!

Bjs

Tantz disse...

Tem futuro heinn!? =) ADORO

Sophia Anônima disse...

Tudo tem sabor!
A maioria amargo, a maioria doce...
enfim, viver já é é viver sentindo tudo :)
Lindo blog, lindos posts!
:)

Naraiana Costa disse...

Nem....

Liza Santana disse...

Lindooo Naila... E não gosta de poemas neh? sei, sei..