terça-feira, 12 de maio de 2009

"Com licença, mas qual é a cantada que funciona melhor com você?"

Desempregada há mais de um mês.
Dinheiro acabando, ô môpai!
Aniversário chegando.
Crise de nervos.
2 kg a mais na balança.
Espinhas voltando aparecer depois de anos sem dar as caras.
Um milhão de entrevistas.
Respostas de "Entraremos em contato" ou "Você passará por mais uma seleção..." aos montes.
Humor sarcástica e ironicamente aguçado.
Em abstinência....não, melhor não entrar em detalhes tão sórdidos. seria desesperador demais.
Cuidado estou mordendo!

Assaltos a geladeira no meio da noite (Ó céus! Aqueles pãezinhos de queijo mimimi).
Rinite atacando o meu sono.
O extrato do cartão chegou...
O cavalete do meu violão descolou.
Tem um "inquilino" na minha cozinha.
Uma chuva dos diabos, e um fim de semana entendiante em casa.


Como se não bastasse, essa manhã, após sair de uma entrevista estressante, com o mundo de candidatos pra dez vegas, ponto cheio, o tempo ameaçando chuva, o sapato fazendo calo no pé, o ônibus com meia hora de atraso, me vem um filhote de cruz-credo reencarnado em forma de gente pra me amolar o saco que não tenho.
Eu estava aguardando o busu, ele veio me pentelhar. Estava a um quilômetro de distância e veio se chegando. Me perguntou se eu podia dizer as horas. Mostrei que não tinha relógio. Ele sossegou. Depois veio com um comentário do tipo "Porra, que mormaço"; olhei para ele com cara de "aaaan...comigo? Acho que não" e voltei a olhar na direção que o ônibus já deveria estar vindo.
Mesmo com a minha cara de poucos amigos, ele não aguentando mais, se encheu de coragem e largou:

- Gatinhaaaa, eu poderia gastar todo o meu estoque de cantadas com você, morena! Você tem cor de bombom! Você é nora que minha mamãezinha pediu a Deus, um tesouro, não sei como não se machucou quando caiu do céu meu anjo......

Avistei o ônibus, controlando a vontade de pular no pescoço daquele ser e me vingando de tudo que eu já tinha escutado, me virei pra ele e disse:

- Pode me fazer um favor? [com uma voz quase de sexycall,haushaushua]
- Vários se você quiser, minha nêguinha. (Todo fogoso, quase entrando em êxtase...)
- VÁ CANTAR A PUTA QUE O PARIU, SEU IDIOTA!

E subi no ônibus com um certo gostinho por ser vista como "contraventora" da ordem social, sendo seguida pelos olhares repreensivos das senhoras que estavam no ponto.
Hááá...Qualé gente boa?! Já tenho muita coisa pra apertar minha mente, não preciso de um cidadão faminto pra aumentar a coleção, não!


Cuidado! Eu estou mordendo!

4 Por aqui, um pouco mais de "etc.":

Cristal - a louca. disse...

uhahuauhuhauhauhauhauha.
Sabe aquela?

Tô cheinho de tesão!!
Você responde: dá meia hora de cu que passa.

Sobre o resto do post, só tenho UMA ÚNICA palavra para te dizer: não.te.invejo.
rs

Beijundas ^^

Prix disse...

Medo de vc! xD
Tenho nojinho dessas cantadas toscas.

Até!
=]

Liza Santana disse...

Pense pelo lado positivo: pelo menos a cantada nao foi de um velho tarado!

ashuashuashuas

' Montreal. disse...

iuoaioeuuioaiuoeuioauoieuiaiue'
DANAAAADA!

diga se você não chegou na entrevista mais feliz se sentindo desejada!?
(6)

besta! ;)