quinta-feira, 21 de maio de 2009

Qui sait une chanson n'est pas cliché?















Joues, car le vent joue avec vos cheveux,
elle danse dans le rythme effréné des vagues.
Et l'odeur de la nouvelle, la possibilité
Excite davantage leurs impulsions, les impulsions nerveuses.


Ah! La liberté ...










Repeti isso o dia todo. Não sei porque encasquetei nesse versinho que saiu do acaso enquanto eu brincava com as bolinhas de leite (leite ninho é o único que ainda faz bolinhas, mimimi) no café da manhã, que agora é sem hífen por causa das novas regras ortográficas. Por sinal, quem foi que resolveu mexer nelas, hein?
Voltando ao meu versinho....Repeti o dia todo. Em francês só por puro capricho meu. Ora vamos, um capricho de vez em quando não mata, não é mesmo?

Espera um pouco. Lendo agora com todo esse negrito e itálico, não é que daria uma boa canção? Mas não agora; mais tarde. Agora preciso comprar mais copos descartáveis.

2 Por aqui, um pouco mais de "etc.":

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Nana,

Acho seu jeito de escrever tão bacana... você toma café com leite ninho? Eu também!...rs.

Sabe, você faz do trivial algo gostoso de ser lido... adoro!

Beijo grande, menina linda.

Rebeca

-

Vanessa M. disse...

Dá pra traduzir pra mim, por favor?!?

=)